Venda de preservativos será obrigatória em bares e casas de show no DF

13 de junho de 2018

Veto ao projeto foi derrubado pela Câmara Legislativa. Deputado autor diz que sai mais barato prevenir do que custear tratamentos

Neste Dia dos Namorados (12/6), a Câmara Legislativa acatou o pedido do deputado distrital Cristiano Araújo (PSD) e derrubou o veto do governador Rodrigo Rollemberg (PSB) ao projeto de lei que obriga casas de show e bares a venderem preservativos. Para o parlamentar, a medida ajudará a prevenir doenças sexualmente transmissíveis e reduzir o gasto com tratamentos para pessoas infectadas.

“A derrubada desse veto é um grande avanço, porque o índice de pessoas contaminadas com o vírus HIV voltou a crescer no Brasil. A prevenção sai mais barata do que o tratamento. É uma hipocrisia se distribuir preservativo no Carnaval e não permitir que ele seja vendido nesses estabelecimentos”, justificou o parlamentar.

A lei passará a valer a partir da publicação no Diário Oficial da Câmara Legislativa (DCL).

Fonte: Metropoles por Suzano Almeida


COMENTÁRIOS




Notícias recentes