CLDF lança plataforma e-Democracia e Portal de Dados Abertos

18 de abril de 2018

Enquanto o primeiro serviço incentiva a participação dos cidadãos, o segundo fornece informações sobre as atividades parlamentares

Câmara Legislativa celebrará os 58 anos de inauguração de Brasília oferecendo à população do Distrito Federal duas ferramentas destinadas a facilitar a compreensão dos trabalhos legislativos e promover maior sintonia entre a sociedade e seus representantes. Nesta terça-feira (17/4), às 10 horas, no plenário da CLDF, serão lançados a Plataforma e-Democracia e o Portal de Dados Abertos.

A plataforma e-Democracia é um mecanismo múltiplo de participação, composto de diversas modalidades de interação que podem ser utilizadas segundo o interesse, habilidade e motivação de cada cidadão. A plataforma é formada pelos módulos Wikilegis, Audiências Públicas e Expressão.

Já o Portal de Dados Abertos é um serviço da CLDF para fornecer informações sobre as atividades parlamentares. Diferentemente dos portais, que são feitos para serem vistos, lidos e compreendidos, o Portal de Dados Abertos da CLDF foi feito para ser lido por máquinas e programas (softwares): os dados são entregues em forma pura, sem formatações visuais, e organizados para facilitar o processamento em computadores.

Parlamento Aberto
Desenvolvida em parceria com a Câmara dos Deputados e com o Programa Interlegis do Senado Federal, a plataforma e-Democracia da CLDF é o primeiro resultado de um esforço de abertura transparente e participativa de casas legislativas no Brasil e configura o movimento chamado de Parlamento Aberto.
Alinhado com inciativa internacional que pretende incentivar práticas relacionadas à transparência dos governos, o conceito de Parlamento Aberto defende maior interação entre cidadãos e legislativos, acesso à informação pública, prestação de contas, participação do cidadão no trabalho legislativo e no controle social para a garantia da ética e da probidade no exercício da atividade parlamentar.
Somados ao Laboratório Hacker de Inovação (LabHinova) – núcleo inaugurado há um ano e que promove participação popular na construção de soluções voltadas para o interesse público –, a Plataforma e-Democracia e o Portal de Dados Abertos constituem entregas previstas no plano de ressignificação da Câmara Legislativa posto em prática pela atual Mesa Diretora.

Interação
A participação popular, pilar estrutural do Parlamento Aberto, consiste na possibilidade de os cidadãos participarem ativamente das atividades do Poder Legislativo e de suas tomadas de decisão. Por isso, a plataforma e-Democracia reúne ferramentas e boas práticas para a divulgação e integração de tecnologias e conteúdos. A plataforma está estruturada em três módulos.

O primeiro deles é o Wiklegis, ambiente no qual o cidadão pode fazer sugestões e críticas, além de propor emendas aos projetos em tramitação na Câmara Legislativa. O segundo se destina a realização de audiências públicas interativas, de modo a ampliar o alcance do debate das comissões temáticas, promovendo a integração com a sociedade. Por meio de vídeo-chat, qualquer pessoa terá oportunidade de comentar, dar sugestões, fazer perguntas ou, simplesmente, assistir aos debates.

Por fim, o ambiente Expressão é um fórum virtual em que os cidadãos terão liberdade para criar novas discussões sobre qualquer tema. Os deputados distritais poderão interagir nesses debates por escrito, postando suas opiniões ou por meio de vídeos.

Dados Abertos
Serviços de dados abertos ‒ como o do portal de Dados Abertos da CLDF ‒ permitem que o cidadão obtenha informações mesmo sem se identificar, sem apresentar um requerimento formal de acesso a elas, e sem precisar ir pessoalmente ao órgão público. Basta ter acesso a internet por um computador de mesa, notebook, tablet ou smartphone.

Esse acesso livre à informação permite que todos cidadãos tenham a mesma capacidade de fiscalizar, monitorar, conhecer e discutir os gastos, as ações e as decisões das entidades.

Estarão disponíveis no Portal de Dados Abertos da CLDF informações relativas a: Projetos de Leis Orçamentárias Anuais; Projetos de Leis de Créditos Adicionais às Leis Orçamentárias Anuais; verbas indenizatórias; e dados sobre todos os projetos de lei que tramitam na Câmara Legislativa.



COMENTÁRIOS




Notícias recentes